29 de jul de 2010

25/07 Katrineholm

Claro que o tempo não ajudou e acabei ficando mais um dia em Katrineholm. Andei pela região do hostel com o Viktor, o sueco de Stockholm que dividiu o quarto comigo. Nem tirei fotos porque o tempo estava bem desanimador. Aproveitei então pra descansar pro dia seguinte. O ruim do albergue é que ele fica afastado da cidade então não dá pra ir à pé muito fácil. O lugar é gostoso, com sol, pois fica na beira de um lago legal, cheio de verde em volta mas com chuva não tem nada pra fazer. No fim da tarde decidi sair um pouco - mesmo debaixo de chuva - e pedalei até o centro. Fiquei no McDonald´s umas 2 horas, tomando um café e usando wifi. Apesar de parecer um programa de índio, posso afirmar pra você que isso era o que dava pra fazer de mais interessante na cidade, ahahah... Todo o comércio fechado, as ruas desertas, só um ou outro carro circulando.

Na volta, estacionei a bike num lugar mais ou menos coberto pra que não molhasse tanto as partes íntimas da coitada, como o câmbio e toda a transmissão. Queria evitar que a lubrificação saísse com a água, meio tarde talvez. Já senti aquele barulho peculiar de metal com metal quando falta lubrificante na corrente a água também faz acumular mais sujeira no meio dos cassetes, cabos e nas partes articuladas. Nada que seja um problema pra amanhã. Fazendo sol, o resto eu dou jeito!

Um comentário: