13 de jul de 2010

10/07 Äsljunga a Värnamo - 119km

Bom dia, crianças. Hoje o dia foi melhor. Estrada boa, plana, sem trânsito, bem sinalizada, tudo pra ser um dia tranquilo, e foi. Nada como acordar descansado e pedalar igual um imbecil num ritmo forte debaixo de um sol de 35 graus. Protetor solar até na orelha, nenhum vento, calor, calor e calor. Ainda bem que comprei 2 litros de água e carreguei no bagageiro da bike. Tudo bem que a água ferveu no sol uma meia hora depois mas, quando precisei, tomei mesmo assim. Ainda no albergue, me despedi dos holandeses, que me pediu pra tirarmos uma foto juntos, bem legal. A estrada era a tal da R1, que já foi uma das mais importantes da Suécia e hoje é só uma estrada secundária, já que a E4 faz o mesmo caminho mas é mais nova e mais moderna, com 3x3 pistas. A mulher do centro de informações turísticas disse que a R1 é a " estrada velha". Ok, só se for velha pros padrões suecos. O troço é um tapete, sinalizada o tempo todo, sem nenhum buraco, sem remendo, com acostamento quase o tempo todo, grama aparada, sem sujeira nem nada. Parei pra almoçar um hamburger com salada em Ljungby, numa praça central. Durante a viagem, encontrei uma tia vindo de bike do outro lado da pista, que me viu e fez questão de acenar com a mão. Um gesto desses é tão simples mas dá uma motivação extra, sei lá porquê. E hoje também, por coincidência, do nada, um idiota de carro, vindo na direção contrária na estrada, me mostrou o dedo médio, vulgo "foda-se". Ahahahhaha... Eu nem reagi, na verdade dei risada por dentro. Me deixou tão feliz quanto a tia que acenou. Fiquei curioso em saber qual reação ele esperava de mim. Engraçado que a bike carregada chama mais atenção das pessoas nas cidades e estradas aqui na Suécia do que chamou em outros países. Vai ver que é pelo fato de a Suécia ser meio que o "fim" da Europa no norte e eles estão na contramão dos viajantes de bike. Desde anteontem aqui na Suécia só vi 2 como eu, indo na direção contrária inclusive (Dinamarca).

Mantive uma média boa, de 22km/h e cheguei em Värnamo 119km depois, em 5h24 de pedal. Se o sol não tivesse MUITO forte, teria seguido adiante. Apesar de que, nessa região, as cidades ficam bem longe uma das outras e você não tem muita opção de parada e eu sabia que Värnamo era uma delas. Achei um albergue aqui, bem bom mas não muito barato: 40 euros com cdm. Amanhã o destino é Jönköping, que fica na beira de um lago grande por aqui que parece ser bem bonito. Veremos.



Exibir mapa ampliado

4 comentários:

  1. muito boa suas fotos.....
    abç, Mau

    ResponderExcluir
  2. E as vezes o pessoal aparece por aqui... eheheh.
    Boas fotos, Fer.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela trip!
    Show de bola...
    Abs

    ResponderExcluir