13 de jul de 2010

05/07 Dresden a Copenhagen

Levantei cedo, me despedi do Andreas e fui pra estação pedalando. Comprei umas porcarias pra comer durante a viagem de trem até Copenhagen. Minhas paradas são em Leipzig, Hannover, Hamburg (Alemanha) e Padborg e Copenhagen (Dinamarca). Ainda não sei onde vou ficar porque não a Tania (CS) se confundiu com as datas e não pôde me receber hoje e tive que procurar um hotel. Cheguei na estação central de Copenhagen e saí pedalando pela cidade durante a madrugada. Os hostels não permitiam check-in nesse horário (1h30) então tive que ficar num hotel mesmo e a diária mais BARATA que achei, sem café da manhã, me custou absurdos 90 euros. E ainda por cima, no caminho até esse hotel, a polícia me parou, perguntando onde estava meu farol da bike. Eu tive que explicar que tinha acabado de chegar na cidade, de trem, e estava procurando o hotel. No fim o policial foi gente boa ao não me multar e ainda me ajudou a encontrar o caminho. O hotel era um prédio bem moderno, gigante, tinha sei lá quantos andares e dezenas de quarto por andar. O quarto era bem pequeno e tal e me senti mais arrependido ainda pelos 90 dinheiros, mas eu estava com tanto sono que desisti de reclamar de qualquer coisa e simplesmente apaguei. O fato é que descobri depois que é muito difícil encontrar um quarto individual num hotel em Copenhagen (mesmo que seja de meia estrela) que custe menos de 70 euros. Claro que eu não queria um quarto individual e sim um quarto compartilhado e barato num albergue qualquer mas não tive outra opção no momento. Bom, tenho que considerar que consegui vários dias de graça usando o CS sempre que pude.



Exibir mapa ampliado

2 comentários:

  1. O detalhe da polícia te parar por causa do farol da bike é algo surreal pra nós aqui do terceiro mundo. Pra quem vê isso daqui, soa como se a vida aí fosse horrível (tipo "imagina, levar multa por não usar farol na bike"), mas é por essas e outras que AÍ é primeiro mundo e aqui nunca será.

    O dia que falei com você via Skype com webcam e vi você no trem em movimento indo pra Copenhagen foi muito massa! Mesmo pra nós, acostumados com essa tal de internet há mais de uma década, foi novidade.

    Abraços do mano!

    ResponderExcluir
  2. sim, sim, sim...Lições de vida de primeiro mundo.

    ResponderExcluir