23 de fev de 2010

Preparação física

Como uma pessoa como eu, que estou longe de ser um atleta, vai se virar pra fazer uma viagem de 3.500Km numa bicicleta? Realmente pode parecer muito, afinal até de carro essa kilometragem é bastante. A grande diferença é que essa distância vai ser percorrida em 3 meses, sem pressa e sem o compromisso de chegar em um determinado local.

Planejei pedalar em média 80km/dia em 45 dos 90 dias totais, o que seria o equivalente a pedalar num dia e descansar no outro durante toda a viagem. Os 80km dentro de um dia também serão cumpridos num ritmo tranquilo de forma que eu possa aproveitar tudo o que tiver pelo caminho. Farei várias pausas para comer, tirar fotos, descansar, etc até chegar ao destino no fim da tarde. A previsão é que eu pedale de 6 a 8 horas por dia (incluindo essas pausas).

Do ponto de vista da capacidade física necessária pra o que eu pretendo fazer, considero que a exigência é de nível médio então me sinto capaz de aguentar sem problemas. Não sou atleta mas também não sou iniciante nas pedaladas. Pedalava bastante dos 16 aos 20 anos mas abandonei a bike por uns 10 anos. Voltei a pedalar regularmente há 1 ano e meio, cheguei a participar de algumas competições de cross-country em categorias amador/estreante e até que me saí bem, considerando que o objetivo era participar pra ganhar condicionamento e não a prova. :-)

Durante esse período veio a ideia da viagem. Como eu já vinha fazendo academia desde o começo de 2009, no início de 2010 acertei com o meu professor de bike indoor (Sandro) pra que ele fizesse uma planilha de treinamento pra mim, visando a viagem. A ideia é que eu fique condicionado para aguentar a viagem sem desconforto, dores, cansaço excessivo e tenha resistência para as situações em que o corpo for mais exigido. Lembrando que, além do peso da própria bike (em torno de uns 14kg), a bagagem passará de 20 kg. O lado bom é que, mesmo que eu vá não estando 100% preparado, essa adaptação com o peso e com as condições da viagem virão naturalmente durante a própria viagem. Aqui, antes de ir, o negócio é me preparar o máximo que puder.



Também não vou levar tanta coisa assim, né?


Ele considerou o tempo que teríamos até lá (4 meses), o tipo de viagem que eu faria (ritmo leve mas de longa duração, além da carga na bike) e propôs inicialmente um treino para reforço muscular, que é meu treino atual desde janeiro. Em março a musculação fica mais puxada e o ritmo e duração da pedaladas vai aumentar bastante também. Ele também me passou várias recomendações quanto a alimentação e suplementos. Os resultados até agora são muito melhores do que eu esperava então recomendo a todos o trabalho dele:

Prof. Sandro Tabosa
sandrotabosa@bol.com.br
(15) 9126-6644
Formado em Educação Física (Licenciatura Plena) pela Faculdade de Educação Física de Sorocaba. Pós-Graduado em Fisiologia do Exercício pela FEFISO/FMU. Além de Personal Trainer também ministra aulas de Ciclismo Indoor e é atleta amador de Triathlon e Corrida de Rua, com participações em várias provas pelo Brasil. CREF: 028030-G/SP

4 comentários:

  1. Caramba, 3500 km realmente nao é pouco hein? Ainda mais considerando q vc ta longe mesmo de ser um atleta... Hahahaha
    To te enchendo. Bem louco essa sua viagem. Vou estar mais ou menos perto de vc. Em julho devo estar no interior da França. Nessa época vc ja vai estar em outro país né?
    Parabéns pela empreitada!
    Abraço, Marco.

    ResponderExcluir
  2. Olá Fernando, por acaso cheguei no seu blog, li praticamente tudo. Fascinante mesmo ler sobre toda a preparação para a sua viagem! Mas esses 20kg me deixaram intrigada: se vc não vai levar barraca e vai fazer um "cicloturismo light" como vc diz, o que vc vai levar nesses alforges? E pelo jeito vai ter traseiro E dianteiro? Antes de acondicionar tudo tira uma foto pro seu blog, fiquei curiosa mesmo. Achei legal o que vc escreveu lá em cima sobre o prazer de viajar só por viajar, concordo com vc e com o escritor famoso. Vou voltar outras vezes para acompanhar sua aventura, um abraço :)

    ResponderExcluir
  3. Oi, Dri

    Vc tem razão sobre o peso, eu me expressei mal. Na verdade, eu quis dizer 20kg como o peso máximo a carregar (considerando a pior situação) sendo que os alforjes têm, somados, capacidade máxima de 55kg (!). Lógico que eu não seria louco de carregar tudo isso, até porque acho que os raios arrebentariam antes dos alforjes, eheheh...

    A conta que eu fiz pra chegar no peso aproximado foi a seguinte:

    Rack traseiro: 0,61kg
    Rack dianteiro: 0,47kg
    Alforjes traseiros (par): 1,9kg
    Alforjes dianteiros (par): 1,4kg
    Handlebar bag: 0,65kg

    Aí já são 5kg. Agora incluindo a bagagem em si, ganha-se peso rapidinho: chaves allen e ferramentas, câmaras de ar, cabos reserva, etc; desodorante, shampoo, sabonete e outras coisas de higiene pessoal; netbook, gps, celular, câmera, baterias; camisetas bermudas, meias, cuecas, jaqueta de frio, tênis, chinelo; toalha, saco de dormir (pra albergues), trava de segurança, etc.

    Não tenho balança em casa então não sei ainda ao certo o peso de tudo isso. Imagino que fique entre 10 e 12kg. Fiz o teste e carreguei a bike com todos os itens da minha lista e coube bem, até com uma certa folga. Penso em ter espaço pra guardar as coisas que for acumulando durante a viagem (nada de mais, mas que precisa de espaço). Então, somando o peso da bagagem com o peso dos racks e alforjes, dá algo em torno de 15-17kg.

    Em breve vou escrever um post com o checklist detalhado.

    Valeu pela visita! Volte sempre!

    Abs,
    Fernando

    ResponderExcluir
  4. Oi de novo, sou a mesma pessoa, resolvi trocar de apelido. Valeu pela resposta detalhada. Vou aguardar seu checklist. Faz bem em levar saco de dormir, útil não só nos albergues mas também nas casas dos anfitriões que conseguir através do CS, HC, WS etc. Eu levaria a barraca também, acho que adiciona uma flexibilidade e tanto. Pode deixar pra comprar já na FR, tem umas tão pequerruchas e levezinhas. Abs :)

    ResponderExcluir